Relato de Hospital #33

15.09.2020


"Existia um abismo gigantesco entre aquelas duas camas"

 

Uma família brincalhona de um lado, daqueles mel de abelha, do outro lado um pai silencioso, delicado, segurando seu pequeno bebê de 1 ano e alguns meses, com movimentos minúsculos.

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto: E Roosevelt

 

Após realizarmos algumas tentativas de conexão com aquele pai, silenciamos, suspendidas em nossa lógica perdida. Sentimos ali, naquele olhar, em seu corpo presente e a envergar, o esgotamento paterno, o envolver de braços na fragilidade daquele pequenino. Em seu ouvido um fone de ouvido, quem sabe a ouvir um jogo de futebol narrado fervorosamente, ou um podcast com as atualidades da economia, talvez uma banda de Rock, um louvor, um audiolivro, uma canção de ninar, ou quem sabe talvez apenas o silêncio...  

 

Solfejamos uma canção, nos conectamos, ele embalou, respirou, em seu ombro esfregou o suado que deu nos olhos e acenou com a cabeça. Fomos cantando, saindo, embalando, nos despedindo... 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Logo_Nariz_Solidário_oficial_-_alteração

Curitiba | Campo Largo, PR

narizsolidario@gmail.com

(41) 99677 - 8713